Difícil conhecer alguém que não goste de queijo, não é mesmo? Em fatias, em cubos como petisco, derretido, gratinado, como recheio ou ingrediente são apenas alguns exemplos de como essas delícias fazem parte da nossa alimentação.
Por isso, selecionamos alguns dos queijos mais consumidos no Brasil para mostrar como o perfil nutricional entre eles é bastante diferente, além de trazer curiosidades e algumas dicas de como podem ser inseridos na alimentação. Para facilitar a comparação, selecionamos a porção de uma fatia média para quase todos os queijos. O parmesão, o requeijão e o queijo cottage, que usualmente são consumidos de outras formas, tiveram como medida padrão uma colher de sopa cheia.
tabela_1306
Com as informações acima conseguimos perceber que estes alimentos são importantes fontes de proteína e cálcio na alimentação. Uma porção de ricota, por exemplo, consegue fornecer aproximadamente 20% das necessidades de cálcio de um adulto, o que, na prática, significa que fornece este nutriente em quantidades muito semelhantes a um copo de leite ou um pote de iogurte natural.  Enquanto isso, o gorgonzola, o minas, a muçarela e o cottage se destacam pelo teor de proteínas. No entanto, também é preciso ficar atento à quantidade de gorduras que estes alimentos contêm – para evitar uma alimentação com excesso deste nutriente, preste atenção ao tamanho das porções dos queijos em geral, especialmente o gorgonzola e o requeijão. Já viu que dá para variar bastante a alimentação no seu dia a dia com muito sabor e qualidade nutricional, não é?
Sendo assim, vamos conhecer um pouquinho mais sobre os queijos?
tabela_1306_2

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.