A Fase Emergencial em São Paulo impõe medidas ainda mais restritivas para restaurantes. Dentre elas, a proibição para a retirada no balcão – o chamado sistema take away ou grab and go (pegue e vá). A alternativa era uma tendência com a qual muitos consumidores estavam se acostumando e vinha ajudando a manter o faturamento dos comerciantes, como mencionamos em mais detalhes nesse outro artigo aqui no blog.

Outras cidades já haviam entrado na fase emergencial, que começa a partir de segunda-feira, dia 15 de março em São Paulo. Trata-se de uma iniciativa mais restritiva em comparação com a fase vermelha e impõe medidas ainda mais severas de distanciamento social e redução de contato para frear o contágio da Covid-19. Afinal, as estatísticas mostram que os leitos de UTI estão próximos a atingir 100% de sua ocupação total em 25 hospitais da rede estadual.

Qual é a saída do estabelecimento comercial na fase roxa?

Sem a opção de retirada no balcão, o jeito é estruturar a operação de delivery “para ontem”. Pensando nisso, o blog da Alelo preparou oito dicas emergenciais para os próximos dias de restrição. Confira:

1 – Credencie-se nos apps e apareça para a clientela

Cadastre seu estabelecimento comercial nos já tradicionais Apps de Delivery para contar com fluxo de pedidos gerados por canais distintos. Teste quais são os melhores parceiros para seu negócio. Preparamos um artigo no blog Alelo falando sobre como se cadastrar nos apps de delivery, mencionando taxa e requisitos necessários  aqui.

2 – Seja pioneiro, busque por novidades.

Cadastre seu estabelecimento comercial nos Apps de Delivery que são novidade, para ser um dos primeiros na plataforma e se diferenciar em meio a poucos concorrentes. Nem todo mundo sabe, mas o App Pede Pronto é uma solução da família Alelo e sua presença está garantida na maioria dos bairros da capital. Ele não para de expandir em número de novos usuários e novos estabelecimentos cadastrados. Seu negócio pode ser um dos primeiros em sua região a aderir ao Pede Pronto e você descobrir que em sua proximidade geográfica existem inúmeros clientes usuários dos cartões Alelo (amplamente aceitos no Pede Pronto). O App aceita também outros meios de pagamento, não só Alelo, isso simplifica a digitalização do negócio do restaurante. As taxas são bem competitivas e para cadastrar é fácil. Inclua seu estabelecimento preenchendo o formulário aqui.

3 – Conquiste boas avaliações e recomendações depressa

Garanta excelência operacional dentro de seu estabelecimento para ganhar elogios e boas avaliações. Afinal, venda online depende de confiança e a recomendação conta bastante. Preparamos um post com várias dicas para você encantar o cliente fazendo delivery. Confira aqui

4 – Atenção aos custos de sua operação de delivery

Defina bem sua região geográfica e aposte em divulgação adicional para reforçar sua presença digital. Se está decidido a dar os primeiros passos em sua estratégia de delivery, você pode gostar das dicas desse artigo e desse outro sobre precificação.

5 – Embalagem pode ser um diferencial

Estude as opções de embalagem para garantir que seu produto viaje bem, chegue quentinho (ou geladinho) e represente a qualidade da sua comida para o cliente. O blog Alelo também tem um artigo aprofundado no tema aqui

6 – Vá além dos Apps marketplaces

Lembre-se que nem só de Apps o delivery vive. Considere vender por todos os canais online possíveis e até incorporar a operação de entregas. Os pedidos podem vir por telefone, WhatsApp, site, app próprio, Google etc. Se resolver assumir a responsabilidade pela logística e realizar entregas por conta própria ou mesmo avaliar quais são as opções possíveis, o blog Alelo tem um artigo imperdível sobre o assunto aqui.

7 – Link de pagamento

Uma alternativa para vender na internet é o link de pagamento, você recebe com segurança e sem precisar ter site e nem maquininha. Crie links de pagamento e compartilhe nas redes sociais, e-mail, SMS ou aplicativos de mensagens. Falando em vender pela internet, você já parou para pensar se o seu estabelecimento é facilmente encontrado nos meios digitais? Por meio do Seu Negócio no Mapa’ é possível fazer um check-up online gratuito sobre a presença digital de seu negócio.

8 – Seja Omnichannel

A dica final é, gradualmente, estar presente no canal onde seu cliente estiver. Quando as atividades de consumo presencial voltarem ao normal (e cedo ou tarde voltarão), sua empresa pode estar lá fisicamente e pronta para atender. Se o seu cliente pesquisa na web, pede pelo app e retira, cabe ao empreendedor mapear esse padrão de compra e estar presente no canal preferido do cliente. Tem uma matéria completa no blog Alelo sobre o assunto. Confira aqui.

 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Veja mais conteúdos que podem te interessar

Comentários

Comentários estão fechados.