A festa mais tradicional do ano é um bom momento para apostar em opções deliciosas e que levam as tradições para dentro de casa.

Você provavelmente já está sentindo o cheiro de milho, paçoca e quentão no ar. Chegou o friozinho e, com ele, a Festa Junina (e julina, por que não?). Então, enquanto você prepara o seu visual com camisa xadrez, monta aquela playlist a começar por ‘Evidências’ de Chitãozinho & Xororó – e capricha na decoração das bandeirinhas, nós preparamos uma série de dicas sobre o que não pode faltar.

Essa tradicional festa de comunidade acontece mundo afora em torno do dia de São João Batista. Aliás, sempre existe um sabichão que irá dizer que o nome da festa deriva de festa joanina, em referência ao santo. Ele não estará errado. Esse é um daqueles dados que divergem dependendo da fonte de consulta.

A festa é o segundo maior evento nacional, ficando atrás apenas do carnaval. Acontecendo pelos quatro cantos do país, cidades do Norte são conhecidas pela festa do pai, e do Nordeste pelo forró que chegam a entrar no Livro dos Recordes. Em comum têm o nome, o espírito comunitário e as bandeirinhas.

Mas, assim como no ano passado, dessa vez as comemorações deverão ser na sala de casa mesmo (ou, no máximo, no quintal!). Então arraste os móveis, prepare a quadrilha e já aproveite para gastar as calorias das delícias que não são apenas da festa junina, mas da festa julina também.

Como colocar a festa junina no cardápio?

Existem duas maneiras simples de colocar essa festa que agrada corações no cardápio do seu restaurante. A primeira é pensar em um prato temático, que traga os tradicionais alimentos do arraiá para o seu menu.

Para as opções salgadas, vale ir de cuscuz ou apostar nas muitas variações do preparo com milho. O pinhão é outro queridinho, que faz sucesso da sopa até como acompanhamento de pratos veganos.

Prefere apostar em uma sobremesa? Amendoim é garantia de acerto, seja com um delicioso brigadeiro com aquele gostinho de paçoca ou mesmo o bom e velho pé de moleque, que garante a crocância em uma cobertura de bolo, por exemplo.

Quer inovar? Prepare a canjica com um toque de cítricos. Para sair da laranja e do limão, vá de maracujá. Olha, é uma delícia!

Para apostar nos clientes que vão comemorar a festa junina em casa, mas que passam longe do fogão, a festa na caixa é a melhor pedida para essa ocasião. Prepare uma seleção de quitutes simples, mas que vão despertar os sentimentos mais deliciosos nesse mês e no próximo.

Vale incluir as comidinhas típicas da época, que variam um pouco de acordo com a região do País. A paçoquinha é a rainha da festa, enquanto o milho aparece em muitas variações: curau, pamonha, bolo, suco, mingau, espigas cozidas. Não esqueça das bebidas: quentão e vinho quente completam as delícias juninas na sala de casa.

Para quem quer caprichar, ainda vale fazer parcerias e adicionar decoração e as brincadeiras tradicionais: bandeirinhas, toalha para a mesa, boca do palhaço, pesca de prendas e o que mais couber na festa e na sua imaginação.

Não se esqueça que o atendimento ao cliente é o que coroa a boa experiência e traz ele para pertinho de você durante todo o ano. Então use as suas redes sociais para comunicar a novidade e estique essa festa junina ao máximo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Veja mais conteúdos que podem te interessar

Comentários

Comentários estão fechados.