Sustentabilidade não é um assunto apenas para grandes empresas. O meio ambiente pede socorro e essa consciência ecológica precisa ser coletiva. Restaurantes e outros estabelecimentos comerciais podem adotar práticas sustentáveis para reduzir o seu impacto no dia a dia.

Um restaurante sustentável transmite aos seus clientes a importância de evitar o desperdício de alimentos, a preocupação com o descarte correto dos resíduos e de práticas que minimizam gastos e poupam recursos.

Além de ser uma tendência mundial, muitas estratégias que podem ser adotadas ajudam a melhorar a gestão dos restaurantes, além de gerar economia. Esta consciência de negócio sustentável demonstra ainda uma preocupação social, onde o impacto local também pode ser minimizado.

O empresário norte-americano Jonh Elkington, fundador de uma organização não-governamental chamada Sustainability, criou um conceito que traduz de forma simples como deve ser um negócio sustentável. O tripé da sustentabilidade visa o equilíbrio entre os fatores ambientais, sociais e econômicos.

O resultado desse tripé cria um negócio mais sustentável e alinhado com um desejo do consumidor, que demonstra uma preocupação que vai muito além do preço e qualidade, mas uma busca pelo cuidado legítimo com o meio ambiente e com as pessoas.

Para te ajudar a encontrar um lugar ao Sol neste mundo mais consciente, selecionamos 8 dicas para transformar o seu estabelecimento em um restaurante mais sustentável:

  1. Evite o desperdício de alimentos

Parece óbvio, mas o desperdício de alimento ainda é um problema a ser enfrentado por todos. Segundo a ONG Banco de Alimentos (organização que busca combater a fome), cada brasileiro desperdiça mais de meio quilo de comida por dia. No varejo, o volume de alimentos desperdiçados chega a 50%.

É importante fazer a gestão de compras dos insumos corretamente para evitar desperdício. Uma política de reaproveitamento de alimentos também colabora para um restaurante sustentável. Estimular práticas de consumo consciente e planejar cardápios que levem em conta o que tem no estoque minimiza o desperdício

  1. Aposte em uma composteira

Depois de diminuir o desperdício de lixo, um restaurante sustentável pode destinar os seus resíduos para uma composteira. Já existem soluções no mercado econômicas e simples de operar.

A composteira transforma o lixo orgânico em adubo e composto natural que podem ajudar a manter uma horta própria ou mesmo embelezar o jardim. O simples fato de adotar essa medida já é um atrativo para os frequentadores do local.

  1. Prefira comprar de produtores locais

Um restaurante sustentável incentiva a economia da sua região e valoriza o comércio local. Comprar em menor quantidade ajuda a evitar o desperdício, além de manter os produtos sempre frescos.

Os pequenos produtores ainda podem ser uma boa alternativa para investir em alimentos orgânicos, cultivados de maneira mais sustentável e sem excesso de agrotóxicos. Como não precisam ser transportados por grandes distâncias, os alimentos permanecem frescos e duram por mais tempo. Sem contar que ainda é possível conhecer a produção, trocar conhecimento com outros profissionais e economizar nas embalagens.

  1. Economize água para ter um restaurante sustentável

O consumo de água precisa ser repensado. As crises hídricas que surgem durante os períodos de estiagem apontam que muitos reservatórios operam no limite da capacidade. No caso dos restaurantes, dentre as contas a pagar, a água está entre as despesas que pesa mais no bolso dos empresários.

Logo, para o restaurante que pretende seguir uma linha sustentável, a economia de água precisa ser levada em conta. O primeiro passo é apostar na conscientização da equipe, para que eles levantem a bandeira da economia.

Invista em treinamentos, se necessário, considere fazer reformas estruturais para não haver desperdícios nos banheiros e na com tubulação hidráulica danificada, bacias, válvula de descarga e torneiras vazando por causa de problemas de vedação, normalmente culpa de pequenas borrachas ressecadas (conhecidas como reparo). A captação da água da chuva também pode ser uma alternativa para o uso na limpeza e conservação do local.

  1. Diminua o uso de embalagens e papéis

Embora seja um material reciclável, nem todo papel pode ser destinado para este fim e, ainda assim, a decomposição do material pode demorar muito tempo. O excesso de papel no lixo dos restaurantes pode colaborar para enchentes e outros problemas. Nem todo mundoSe seus produtos precisarem de uma embalagem em papel, escolha opções mais . No mercado já existem materiais biodegradáveis que são ecologicamente corretos.

  1. Aposte no uso de embalagens retornáveis

Seja no atendimento ao público ou no delivery, algumas embalagens podem ser trocadas por utensílios retornáveis. É o caso dos sucos, por exemplo, que podem ser servidos em garrafas de vidro em substituição às garrafas plásticas.

O uso de utensílios ajuda a criar até mesmo uma personalidade diferenciada ao local. É o caso da confeitaria Senhor Pudim, em São Paulo, que no lugar de embalagens plásticas, oferece os doces aos clientes em tradicionais formas de alumínio.
Já na rotisseria paulistana Mesa III, é possível comprar massas e outros pratos em louças que vão direto ao forno. Ao retornar os recipientes, os clientes ganham descontos nas próximas compras.

  1. Abra os olhos para novos ingredientes

Para que isso ocorra de verdade, o primeiro passo é comprar de produtores locais ou ter sua própria horta, pois, além de reduzir os custos, você evitará possíveis desperdícios no transporte.

As chamadas PANCs (plantas alimentícias não-convencionais) são opções interessantes para quem pretende apostar em uma gastronomia sustentável. Estude e aprenda a reconhecer esses alimentos, que não são novidade, mas que ganharam notoriedade por serem abundantes na natureza e ainda pouco conhecidos do público em geral.

  1. Separe e descarte corretamente o seu lixo

Muitas cidades já contam com a coleta seletiva que oferece o destino correto para o lixo reciclável. Tenha lixeiras para coletar cada tipo de material e use a comunicação para conscientizar os seus clientes.

A separação do lixo no momento do descarte já facilita o trabalho das cooperativas de reciclagem e torna o seu restaurante muito mais sustentável.

Leia também nosso post sobre a PL 1.194/2020 que regulamenta a doação de alimentos com dicas valiosas para evitar desperdício

 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Veja mais conteúdos que podem te interessar

Comentários

Comentários estão fechados.