A falta da convivência em grupo, seja em um bate-papo no café ou em celebrações e eventos pode comprometer a motivação e o engajamento do time. Uma pesquisa feita pela Catho, com 7 mil profissionais de 370 empresas em todo Brasil, mostra que para 40% deles o mais difícil de trabalhar em home office é manter a conexão entre as pessoas.

Diante disso, é essencial continuar oferecendo momentos de descontração que gerem colaboração e troca de ideias que vão além do trabalho, mesmo no ambiente virtual. Nessa lista, entram festas com apresentações e shows onlines, dinâmica com jogos, lives com líderes inspiradores ou personalidades, happy hour virtual ou café da manhã com entrega de itens na casa do colaborador, e oferta de exercícios, como ioga e ginástica laboral.

“Essas ações são fundamentais para manter um bom clima interno, com qualidade, satisfação e produtividade. Além disso, mostra que a empresa se preocupa com o bem-estar de seu time e reforça a comunicação, minimizando um pouco a lacuna da distância física”, diz Cláudia Danienne Marchi, especialista em gente e gestão, e sócia-fundadora da Degoothi Consulting. Segundo ela, a ideia é que os colaboradores possam ter uma experiência semelhante à que tinham na sede da empresa.

Por onde começar

Transferir os eventos do ambiente físico para o virtual, requer alguns cuidados. Veja a seguir:

  1. Olhe para a cultura e ouça os colaboradores

O primeiro passo é pensar em ações que reflitam a cultura da companhia, seus valores e princípios. “Não é por que muitas empresas estão fazendo happy hour todas as sextas, que você deve fazer também”, explica Cláudia. De acordo com ela, é importante se atentar ao que o time valoriza. Para isso, a recomendação é realizar pesquisas internas para decidir o que será oferecido e em qual periodicidade.

A especialista recomenda perguntas como: que dia e hora são melhores para as ações? Atividades mais lúdicas são bem-vindas? Você gostaria de receber algum tipo de comida em sua casa? Gosta de lives e shows? É importante, também, realizar pesquisas após os eventos para medir o grau de satisfação e, se for necessário, realizar ajustes nos próximos.

  1. Faça um planejamento

Seja grande ou pequeno, todo evento deve ter uma estratégia. Comece com um objetivo e um conceito-chave e, em seguida, inicie o planejamento. Quanto mais cedo o planejamento começar, melhor. Para isso, ter em mente questões como que tipo de experiência quer proporcionar, em qual canal o evento será transmitido e se a ação demanda ajuda de parceiros e fornecedores, é essencial.

  1. Preste atenção no clima organizacional

Uma prática bem comum hoje em dia e que ajuda a escolher a ação mais adequada e o melhor momento de realizá-la é o termômetro do clima, ferramenta na qual o funcionário seleciona seu humor do dia. Isso ajuda a monitorar o ambiente e a entender as principais dores dos funcionários. Você pode identificar, por exemplo, que em determinada semana os colaboradores estão mais estressados e, assim, criar uma ação de descontração.

  1. Personalize a experiência

É essencial prestar atenção na diversidade do grupo, como considerar se as crenças religiosas de parte do time proíbem o envolvimento em certas celebrações e, se for enviar comidas e bebidas alcoólicas à casa dos colaboradores para a realização de um happy hour, verificar se há funcionários com alguma restrição aos itens, como explica Cláudia. “A personalização é essencial para os resultados”, diz.

  1. Divulgue a ação

Despertar o interesse dos colaboradores é outro passo importante. Para isso, é preciso apostar na divulgação do evento pelo menos uma semana antes. Além de gerar expectativa, as pessoas conseguem programar o dia de trabalho para aproveitar, de fato, o momento. Segundo Monize Oliveira, gerente de comunicação e marketing do InfoJobs, a divulgação pode ser feita pelos canais corporativos da empresa, como intranet, e pelas redes sociais ou grupos de whatsapp. “Criar um ambiente de sociabilidade e interação, reforçando sempre o propósito da ação, desperta o interesse e o engajamento pela ação”, diz.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Veja mais conteúdos que podem te interessar

Comentários

Comentários estão fechados.