Existe um desencontro bastante frequente nas contratações de pessoas pelas empresas. Ela diz respeito à falta de alinhamento das expectativas que acaba minando a retenção de talentos e elevando os índices de rotatividade.

De modo geral, ao realizar uma contratação, a empresa acaba buscando por profissionais que atendam algumas habilidades técnicas indispensáveis para a função, mas esquecem de considerar a própria cultura organizacional.A identificação dos valores de ambas as partes é um fator importante para estabelecer uma relação saudável e duradoura.

Por isso tem se tornado cada vez mais relevante investir em cultura organizacional e retenção de talentos. Vamos falar um pouco mais sobre como melhorar a relação com os colaboradores e reter os melhores profissionais.

O que é cultura organizacional?

A cultura organizacional é estabelecida pelo conjunto de valores adotados por uma empresa. São eles que possibilitam que os colaboradores criem certas conexões emocionais com o negócio, principalmente por partilhar de visões de mundo parecidas.

No entanto, a cultura organizacional não é determinada apenas pelo que a empresa define. Ela também acaba sendo uma soma dos comportamentos de cada membro da equipe. Equipes colaborativas e engajadas, por exemplo, reforçam esses traços na cultura da empresa; já as “rádios-corredores” estimulam uma característica bem diferente.

Algumas pessoas buscam trabalhar em uma empresa porque ela oferece bons salários ou um plano de saúde atrativo, por exemplo. Mas a empresa que se preocupa com a sua cultura organizacional não está interessada apenas nesses aspectos.

Para ela, é preciso que haja uma certa identificação entre os valores em que acredita e os do profissional que fará parte da sua equipe. Dessa forma, a remuneração e os benefícios oferecidos não são apenas um meio de chamar a atenção do candidato, mas uma consequência do valor que a empresa dá aos seus talentos.

A construção de uma boa cultura organizacional é uma busca pelo reconhecimento profundo das pessoas, sua diversidade e seus talentos. Isto é, não basta que a empresa oferte bons benefícios, ela precisa promover o desenvolvimento real de suas equipes, permitindo que elas sejam parte do seu próprio crescimento.

O sentimento de pertencimento e, principalmente, valorização criado por uma cultura organizacional saudável, é um dos fatores que mais estimulam a motivação de colaboradores. Isso porque cada pessoa sente que o alcance dos objetivos do negócio também impulsionará sua carreira.

Uma cultura organizacional forte e enraizada faz com que todos ajam de acordo com os princípios do negócio, até mesmo os gestores e executivos, que reforçam pelo exemplo a sua importância. Mesmo assim, existem certas culturas que fomentam a colaboração e o crescimento conjunto, e outras que minam as relações dentro e fora da empresa.

O que é uma cultura organizacional sadia?

Uma cultura organizacional saudável estimula todos os colaboradores a participarem das soluções propostas para a empresa, valorizando suas opiniões e sugestões. Além disso, as equipes são incentivadas a cooperarem entre si e contribuírem para o crescimento de todo o grupo.

Evitar problemas como burnout e alta rotatividade também são fatores relacionados a uma boa cultura organizacional. Isso porque a permanência dos colaboradores na empresa indica a sua satisfação e motivação no ambiente de trabalho.

Para chegar a esse ponto, é indispensável adotar práticas que evitem a sobrecarga das equipes e o acúmulo de responsabilidades. Além disso, é válido implantar meios de tornar o ambiente de trabalho mais descontraído e agradável, seja por meio de pequenas pausas ou da autonomia na realização de atividades.

Qual a sua importância no ambiente empresarial?

A cultura organizacional traz consigo uma série de vantagens capazes de beneficiar a empresa. Ela afeta positivamente o seu crescimento e ainda auxilia no destaque do negócio em relação à sua concorrência.

Entre os principais benefícios percebidos por meio de uma cultura organizacional bem estabelecida estão:

  • alta produtividade — a liberdade para contribuir e sugerir soluções em um ambiente colaborativo permite que as equipes se tornem mais produtivas e participativas, ajudando a construir alternativas eficazes no dia a dia da empresa;
  • alinhamento entre as equipes — a prática da cultura organizacional por todos os membros de uma empresa, independente da hierarquia, contribui para um alinhamento entre os colaboradores, que se sentem mais confortáveis em assumir sua postura dentro da empresa;
  • fortalecimento da imagem empresarial — uma cultura organizacional forte está atrelada à valorização das pessoas; logo, uma empresa que cuida do seu capital humano, gerando oportunidades de crescimento, é bem vista pelo mercado.

Além disso, um dos principais benefícios gerados está relacionado com a cultura organizacional e retenção de talentos. Entenda melhor como isso pode alavancar seu negócio.

Como ela contribui para a retenção de talentos?

A relação entre cultura organizacional e retenção de talentos é bastante forte. Como você pode ver até aqui, existem diversos aspectos que são estimulados por uma boa cultura organizacional, entre elas, a alta produtividade, o alinhamento entre as equipes e o fortalecimento da imagem empresarial.

Tudo isso estimula a permanência das pessoas na empresa, constituindo a sua capacidade de reter talentos. Além disso, existem outras práticas importantes que devem fazer parte da cultura organizacional para fortalecer ainda mais os seus resultados.

Como já foi citado, a cultura organizacional está bastante atrelada à valorização do capital humano. Isso significa que a empresa deve investir no desenvolvimento das pessoas, seja através de treinamentos, cursos ou experiências que venham a somar para o seu aprendizado.

Quanto mais um profissional percebe o valor que ele tem para a empresa, maiores as chances dele se manter motivado e interessado em prolongar sua relação com ela. Dessa forma, existem muitos meios de aumentar o engajamento das equipes, tais como:

  • pesquisas de clima organizacional;
  • políticas de valorização do capital humano;
  • estímulo à participação das equipes nas resoluções de problemas;
  • investimentos em treinamentos online;
  • recompensa dos colaboradores com bons benefícios.

A retenção dos talentos acaba sendo um fator indispensável para a sobrevivência da empresa. Isso porque o seu sucesso é pautado nos profissionais que ela é capaz de atrair e manter em suas equipes. De uma forma geral, é o perfil individual de cada colaborador que define o diferencial de mercado de uma empresa.

O sucesso organizacional pode estar atrelado à singularidade das suas equipes. Desse modo, reconhecer e entregar valor para essas pessoas é fundamental para o mantimento da sua satisfação e motivação com o trabalho.

Se você quer descobrir como fortalecer a relação entre cultura organizacional e retenção de talentos na sua empresa, conheça as nossas soluções. Solicite uma proposta e descubra como demonstrar que a sua empresa valoriza os talentos que possui!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Veja mais conteúdos que podem te interessar

Comentários

Comentários estão fechados.