A avaliação de desempenho é uma ferramenta importante e é utilizada pelas empresas para conhecer melhor os perfis das equipes. Para tornar essa prática ainda mais eficiente, existem diversos tipos de avaliação de desempenho.

Cada tipo de avaliação auxilia em um ou mais tipos de situação diferentes, de acordo com os objetivos determinados para ela. Escolhendo aquele que mais se encaixa no perfil da empresa, elas ajudam a descobrir como está o crescimento dos colaboradores desde que estão na empresa, como anda o seu desenvolvimento e muito mais.

Se você quer saber como funciona esse processo e como aplicar os tipos de avaliação de desempenho no seu negócio, continue lendo. Nós vamos ajudá-lo a descobrir a melhor forma de escolher cada avaliação de acordo com os seus objetivos.

O que é a avaliação de desempenho?

Um funcionário tem uma produtividade muito alta em uma semana, atinge números surpreendentes e depois entra em uma maré de má sorte em suas atividades. Essa situação é comum em muitas empresas. No entanto, como saber se o rendimento dele está sendo satisfatório ou não?

A avaliação de desempenho é a ferramenta capaz de medir esse rendimento dentro de um certo período. Ninguém atua no seu potencial máximo de produtividade o tempo todo. Porém, com a aplicação dessa ferramenta, é possível mensurar o quanto cada funcionário contribui efetivamente para o negócio.

Com ela, a empresa pode medir o nível de conhecimento que o funcionário tem na sua área de atuação, como ele se relaciona com os seus colegas e de que forma o seu perfil profissional pode limitar ou potencializar suas atividades.

No fim, é possível identificar o quanto esse profissional está atendendo as expectativas da empresa e como ele pode melhorar ainda mais. Tudo isso sempre levando em consideração o seu perfil de trabalho, seus talentos e suas dificuldades.

Quais são os tipos de avaliação de desempenho?

Existem vários tipos de avaliação de desempenho que podem ser aplicados para objetivos diferentes e em momentos distintos. Cada um deles possui vantagens e, é claro, algumas limitações. Por isso, é importante conhecê-los melhor para determinar a forma como eles podem ajudar a sua empresa.

Autoavaliação

Esse é um dos tipos de avaliação de desempenho que auxiliam o profissional a desenvolver a sua habilidade de identificar suas próprias forças e reconhecer seus pontos de melhoria. Além disso, ele tem a possibilidade de discutir com o seu superior todos os aspectos da avaliação, recebendo uma opinião externa a respeito.

Isso demonstra o quanto a empresa confia na habilidade do funcionário em ser o protagonista da sua avaliação. Também ajuda a desenvolver a proatividade no que diz respeito à capacidade de identificar e corrigir os seus comportamentos no dia a dia de trabalho, sem precisar receber uma crítica para fazê-lo.

Avaliação por superior imediato

Essa avaliação de desempenho é ideal para saber como as equipes estão se saindo de acordo com a perspectiva do supervisor da área. Ela geralmente é realizada com o responsável pela equipe e com um profissional do RH.

Ela costuma ser bastante eficiente, já que é feita por alguém que tem contato com a equipe e acompanha o dia a dia de trabalho. Assim, o supervisor pode considerar os aspectos realmente relevantes para aquele setor.

O problema pode acontecer quando supervisores e equipe são muito próximos. Nesses casos, a avaliação tende a não refletir a realidade. Isso porque o relacionamento estreito entre ambas as partes pode fazer com que o responsável não perceba tanto as limitações do seu grupo de trabalho.

Avaliação por competências

Essa avaliação se aproxima de uma comparação da situação atual dos funcionários com a expectativa criada sobre eles. Basicamente, para realizar esse procedimento, é preciso definir as principais competências que são esperadas para cada função. A partir disso, avalia-se o que está ou não sendo cumprido.

Ela é ótima para ajustar metas e comparar resultados. Além disso, acaba se tornando uma ótima ferramenta para identificar a necessidade de treinamentos e desenvolvimento de habilidades. De modo geral, contribui bastante para o crescimento do time.

Avaliação por objetivos

A avaliação por objetivos é uma abordagem conjunta, em que líderes e liderados se reúnem para criar objetivos viáveis para um determinado período. Passado o tempo estipulado, todo o grupo volta a se reunir para avaliar seu desempenho e mensurar os resultados obtidos, indicando pontos de melhoria.

Essa é uma avaliação que contribui muito para aquelas empresas que possuem uma gestão focada em resultados. Por isso, é importante identificar se essa metodologia é realmente a mais indicada.

A abordagem por objetivos permite que os profissionais sejam avaliados pelo trabalho em equipe e também pelo seu desempenho individual. Assim, fica mais fácil de reconhecer os setores que merecem maior atenção do gestor para o cumprimento de metas ou alcance de objetivos, por exemplo.

Avaliação 180 graus

Essa é uma análise construída mutuamente, de avaliador para avaliado e vice-verso. Dessa forma, o funcionário avalia o seu supervisor enquanto o supervisor também avalia o desempenho do liderado. Depois, ambas as partes constroem feedbacks que auxiliam no processo de melhoria.

A avaliação 180 graus é importante para a manutenção da relação entre líder e liderado. Quando bem realizada e pautada em uma comunicação assertiva, ela ajuda a alinhar as expectativas de ambos, aprimorando o relacionamento e ajustando detalhes.

No entanto, por exigir um canal de comunicação aberto, direto e assertivo, ela é indicada apenas para aquelas empresas que conseguem estabelecer um diálogo construtivo entre equipe e supervisor. Do contrário, pode acabar provocando conflitos.

Avaliação 360 graus

A avaliação 360 graus vem ganhando muito espaço nas empresas e é a mais utilizada entre todas. Nela, o profissional é avaliado por todos os colegas com os quais tem contato, desde os seus pares, até líderes ou mesmo fornecedores.

É uma avaliação completa e, por isso, acaba tendo bastante credibilidade. O maior benefício gerado por ela é o fato dela proporcionar resultados que partem de diferentes pontos de vista, ajudando o profissional a ajustar seus comportamentos e posicionamentos.

O contraponto fica a cargo do tratamento dos dados, que é lento e complexo. Além disso, algumas equipes se sentem desmotivadas pelo fato de ser uma pesquisa bastante demorada.

O entendimento sobre todos os tipos de avaliação de desempenho são cruciais para definir métodos que realmente atendam às demandas da empresa, gerando informações relevantes. O grande segredo na utilização dessas abordagens está na identificação de como cada uma delas pode ser utilizada em cada momento.

Juntos, todos os tipos de avaliação de desempenho trazem muitos benefícios para o negócio.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Veja mais conteúdos que podem te interessar

Comentários

Comentários estão fechados.