Muitas pessoas se queixam ao observar mãos, pés e tornozelos bastante inchados ao final de um longo do dia de trabalho ou outras atividades. Quem nunca notou o tornozelo cheio de marcas ao tirar o sapato? Este é um exemplo muito comum de edema, que é o nome médico usado para definir o acúmulo anormal de líquido em alguns locais do nosso corpo e, por isso, também é chamado por algumas pessoas de retenção de líquidos. No entanto, nem sempre é tão claro identificar se estamos realmente inchados. Uma forma simples de tirar a dúvida é apertar o local de maneira firme com os dedos e retirar logo em seguida – caso demore mais do que poucos segundos para voltar ao normal, é possível que haja um edema ali!
Estas alterações podem acontecer devido a diversos motivos que vão desde a permanência por mais de 4 horas sentado ou na mesma posição, desequilíbrio de proteínas e/ou minerais no organismo, sedentarismo, alterações metabólicas e hormonais, como é o caso das mulheres nos períodos pré-menstrual, menstrual e gravidez, dentre outras causas. De fato, esta sensação de inchaço traz desconforto e, consequentemente, redução na qualidade de vida. Sentir-se mais cansado e com a sensação de peso nas pernas também parecem estar relacionados com esta retenção de líquidos.
Se você se identificou com tudo isso que falamos até agora, fique ligado nas dicas que separamos. A alimentação é uma forte aliada para amenizar a sensação de inchaço e até mesmo evitar a piora do mesmo. Anote as dicas:

  • Evite consumir alimentos ricos em sódio, como por exemplo: embutidos (presunto, mortadela, salsicha), enlatados e em conserva (azeitonas e palmito).
  • Reduza a quantidade de sal de suas refeições e para não deixar seus pratos sem sabor, opte por ervas e especiarias, tais como: alecrim, orégano, salsa, tomilho.
  • Beba bastante líquido, dando preferência para água, sucos naturais e água de coco.

Além da alimentação, a prática de atividade física também aparece como um importante coadjuvante no controle desses inchaços indesejados. Além de contribuir com uma melhor circulação, o exercício físico ajuda no controle da pressão interna dos líquidos, o que colabora com a redução desses edemas.
No entanto, como as causas são diversas vale a pena ficar ligado se esse inchaço é frequente e causa incômodos importantes. Nesses casos, procure ajuda médica para investigar os motivos e assim tratar da melhor forma possível.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.