Bem-EstarCultura

10 dicas de filmes e séries sobre aquilo que a gente mais gosta: comida

0

Mesmo que você não seja um especialista em comida, é difícil não se interessar pelo universo da gastronomia retratado em séries, filmes e competições de reality shows. Além de receitas, muitos desses programas também mostram a cultura e a história de diferentes povos pelo mundo, tornando-se interessantes mesmo pra quem não curte muito ir pra cozinha. Por isso, separamos estas 10 dicas de dar água na boca!

“Os programas nos trazem muito mais, além da diversão. Agregam conhecimento. São informativos e ricos em conteúdo, cada qual de acordo com seu estilo e formato propostos”, afirma Cláudia Genaro, chef de cuisine, professora e coordenadora dos cursos da Escola Chef Gourmet, unidade Santo Amaro, em São Paulo.

O chef Thiago Ribeiro diz que filmes sobre gastronomia lhe enchem o coração e o paladar ao mostrar “o drama e o amor” dentro de uma cozinha, os pratos preparados e chefs com personalidades tão peculiares.

“Me divirto, me emociono e aprendo muito com eles”, declara o profissional, que é especializado na cozinha de alimentos funcionais e saudáveis, e participou da disputa de confeiteiros Bake Off Brasil, exibido pelo SBT.

Quem também curte a temática é a estudante Aisha Santoz, que já participou do MasterChef Júnior, na Band, e apresentou o programa Cozinha Mágica, no Discovery Kids. “Além de ser um entretenimento delicioso, é uma escola cheia de lições que podemos levar para nossas vidas”, analisa Aisha, sobre o Hell’s Kitchen, uma de suas séries preferidas.

Abaixo, veja as dicas de filmes e séries que os especialistas separaram pra você. Bora maratonar?

Dica 1: Chef´s Table

Foto com ostras e temperos frescos

Indicada ao principal prêmio da televisão, o Emmy, essa série documental mostra o dia a dia de alguns dos chefs mais renomados do mundo. Lançada em 2015, Chef’s Table tem seis temporadas e 26 episódios no total. Cada um é dedicado a um chef, que abre as portas de seu restaurante para falar de comida, filosofia de vida e os desafios enfrentados para chegar ao sucesso. E, claro, tem pratos famosos de dar água na boca!

Entre os profissionais apresentados estão:

  • o brasileiro Alex Atala, do restaurante Dom, que fala sobre sua paixão pela Amazônia;
  • o americano Grant Achatz, do restaurante Alinea, em Chicago, conhecido por suas contribuições à gastronomia molecular;
  • a mexicana Cristina Martinez, que comanda o South Phili Barbacoa, na Philadelphia (EUA);
  • e o espanhol Albert Adria, chefe de cozinha do Tickets, restaurante que tem uma estrela Michelin em Barcelona.

A chef Cláudia Genaro diz que costuma recomendar a série Chef´s Table a seus alunos por representar “uma verdadeira e emocionante viagem pela gastronomia mundial”.

“Ao mostrar as diferentes realidades, culturas e estilos dos mais renomados chefs espalhados pelo mundo, podemos encontrar um aspecto em comum entre eles: a paixão pela gastronomia. E esse é o ingrediente principal que todo aspirante a chef ou apreciador da boa cozinha deve cultivar para obter excelência na execução de deliciosos pratos”, analisa Cláudia.

Dica 2: Master Chef

Considerado o show de talentos culinários de maior sucesso do país, o programa Master Chef é baseado na franquia de mesmo nome, exibida na BBC do Reino Unido. No ar desde 2014,  está disponível em mais de 50 países e chega em 2022 à sua 9ª temporada.

Tem como jurados no Brasil os chefs Helena Rizzo, Erick Jacquin e Henrique Fogaça. O programa já produziu uma versão para crianças e adolescentes, o MasterChef Júnior, para chefs profissionais, o MasterChef Profissionais, e Master Chef: a revanche, com ex-participantes do programa.

“O ambiente na cozinha tem pressão, corrida contra o tempo e busca pela perfeição. Com isso, aprendemos que resiliência, criatividade e perseverança são imprescindíveis para que possamos, ao vencer nossos bloqueios e limitações, encarar uma cozinha com muita coragem, amor e determinação, criando pratos que demonstrem o universo de sabores, cores e texturas que nos fascinam na gastronomia”, avalia Cláudia Genaro.

É de doce que você gosta? Então segue com a gente para mais dicas de filmes e séries para adoçar a vida.

Dica 3: School of Chocolate

Quem se sair melhor nas aulas do professor Amaury Guidon leva um prêmio de 100 mil dólares. O renomado chef francês, que vende seus doces em Las Vegas (EUA), é conhecido por transformar o chocolate em inusitadas esculturas comestíveis. Lançado em 2021, o programa tem oito episódios no total.

“Só de ser apresentado pelo chef Amaury Guichon, que tem uma das escolas de confeitaria mais famosas do mundo, já seria um motivo para acompanhar o programa, principalmente para quem, como eu, tem interesse nessa área das sobremesas. Mas, além disso, esse reality culinário é super divertido e eu adoro ver tudo o que os profissionais são capazes de criar usando chocolate e criatividade”, diz Aisha.

Dica 4: Guerra dos Cupcakes

Elaborar cupcakes de manga, carne, pizza e até de grilos faz parte das tarefas impostas pelos jurados aos confeiteiros participantes dessa verdadeira batalha gastronômica.

Exibido desde 2009 no Discovery Food Network, cada temporada do programa tem quatro duplas de competidores -com um chef e um subchef – que precisam passar por três etapas para chegar à fase final e receber um prêmio de dez mil dólares.

Os critérios para aprovação dos candidatos levam em conta não só o sabor mas principalmente a apresentação impecável dos bolinhos. No último desafio, é preciso preparar mil cupcakes em duas horas!

“Esse é outro programa que eu amo tanto quanto eu amo cupcakes. O que eu acho muito interessante é como uma sobremesa aparentemente simples de se preparar pode se transformar em apresentações incríveis. E, claro, também pela competitividade entre os participantes, eu adoro”, diz Aisha.

Dica 5: Hell´s Kitchen

Não poderia faltar nesta lista de dicas de filmes e séries. Programa de origem inglesa exibido pela Fox chega em 2022 à 21ª temporada, com diferentes formatos e chefs.

O exigente Gordon Ramsay, é claro, é o principal deles. Os participantes recebem desafios variados para passar por etapas e conquistar o grande prêmio – 250 mil dólares, além de um almejado trabalho de chef em algum renomado restaurante pelo mundo.

No Brasil, a série teve uma versão nacional realizada entre 2014 e 2016, com o nome “Cozinha sob pressão” e apresentação do chef Carlos Bertolazzi e, depois, da chef Danielle Dahoui. A Globo Play divulgou que fará uma nova versão do programa no país, provavelmente em 2023.

Aisha Santoz diz que o Hell’s Kitchen é um dos programas imperdíveis para quem já trabalha ou sonha em trabalhar com gastronomia. “Às vezes, eu tenho um pouco de pena dos participantes, mas, mesmo assim, eu sou muito fã do chef Gordon Ramsey e de todos os programas dele”, conta.

Dica 6: A origem do sabor

Prato de noodles

Lançado em 2019, esse documentário apresenta ingredientes e receitas de diferentes regiões da China, com belíssimas imagens que retratam a trajetória dos ingredientes, do plantio ao cultivo e todo o processo para chegar até a mesa.

As histórias e memórias das pessoas que criam e preparam os pratos, e a filosofia de tratar o alimento com respeito e sabedoria, também fazem parte da narrativa dos 40 episódios das três temporadas disponíveis na Netflix. 

Dica 7: Sal, Gordura, Acidez e Calor

A série foi lançada na Netflix em 2018 e se baseia no livro de mesmo nome, da chef iraniano-americana Samin Nosrat. Ela faz uma viagem pelo mundo para experimentar comidas e ingredientes especiais e cozinhar com a sua mãe pratos de preparo tradicional, “de comer de joelhos”, segundo a própria sinopse do programa. Cada um dos quatro episódios é dedicado a um dos elementos que dão título ao programa e trazem curiosidades e dicas valiosas, além de saborosas receitas. 

Deu pra perceber que estas dicas de filmes e séries vão te inspirar além da cozinha, né?

Dica 8: Cooked

Esse é um daqueles programas de gastronomia que todo apaixonado por cozinha certamente já assistiu. Criado por Michael Pollan, escritor, jornalista e ativista da alimentação natural, ele diz que as pessoas precisam se conscientizar sobre a origem e modo de preparo de tudo o que comemos. Na série, Michael mostra como cozinhar pode transformar o mundo. Lançado em 2016, tem uma temporada com quatro episódios na Netflix.

Dica 9: Arrasando na Cozinha

“Este filme chinês mostra-nos com delicadeza o afrontoso encontro entre um cozinheiro de rua cantonês, sem formação, com um chef francês cujo restaurante já recebeu uma estrela do Guia Michelin”, conta o chef Thiago Ribeiro.

Para ele, “é encantador ver as técnicas, cores e sabores adquiridos por cada um dos profissionais e que, mesmo diante das diferenças, se encantam – em segredo, é claro, pela comida um do outro”. Thiago diz que esse é um dos filmes de gastronomia que ele indica “de olhos fechados, por ser envolvente, com cenas que destacam os preparos e nos ensinam com sensibilidade que as diferenças tendem a ser sempre positivas”. O filme é de 2017 e está disponível na Netflix.

Dica 10: Ratatouille

Não poderia ficar de fora da nossa lista de dicas de filmes e séries.

Este clássico da animação infantil tem como personagem principal um rato cozinheiro, o Remy. Ele sonha em ser chef de cozinha mas não tem o apoio da família, e acaba sempre expulso das cozinhas que visita. Um dia, ele decide conhecer o restaurante de um cozinheiro que admira, Auguste Gusteau, e lá conhece um ajudante atrapalhado que não sabe cozinhar e precisa manter o emprego a qualquer custo.

“Embora (ser chef) seja uma profissão totalmente inadequada para roedores, o filme ensina com grandeza que não há nada que nos impeça de vivermos o nosso sonho se tivermos dedicação, amor e amizade. Ah! E críticas só são bem vindas se forem construtivas, hein!”, brinca o chef Thiago, que recorda uma frase do filme, do personagem Gusteau, um chef que diz que “qualquer um pode cozinhar”.

O personagem é inspirado na história real do famoso chef francês Bernard Loiseau, que morreu após receber críticas negativas por seu trabalho e saber que seu restaurante perderia a terceira estrela na classificação do Guia Michelin. De 1991 a 2016, seu estabelecimento, o Cote d’Or, manteve a classificação máxima do guia, tendo perdido uma estrela no ranking em 2017.

Que tal viver um dia de chef? Prepara o Alelo Alimentação e bora se inspirar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.