Bem-EstarExercícios

Como a corrida de rua pode transformar sua vida

Thaina
0

Além de contribuir para a sua saúde, a corrida de rua também pode te ajudar a ir mais longe em outras áreas da sua vida. Isso porque ela também tem um papel importante na sua saúde mental, o que pode refletir até mesmo no seu trabalho. Os benefícios são inúmeros.

Deve ser por isso que estamos vendo uma avalanche de corredores treinando por aí, participando de provas de rua e compartilhando sua rotina nas redes sociais.

Daniel Nunes, Educador Físico responsável técnico na DL Treinamento Esportivo, conta que, ao contrário do que via antigamente, quando muitas pessoas buscavam a corrida com objetivos estéticos, hoje em dia percebe “uma procura muito forte para fazer do esporte um motivo de superação“.

Dados da Tickets Sports, maior plataforma de venda de inscrições para eventos esportivos no Brasil, mostram que em 2022, foram realizadas 1.181 corridas em todo o país. Em 2023, o número saltou para 1.421, uma alta de 20%.

No dia 9 de junho aconteceu o Circuito Banco do Brasil de Corrida 2024 em São Paulo, reunindo milhares de apaixonados pelo esporte. Incluindo alguns Alelovers, que vão nos ajudar a entender por que essa febre da corrida de rua está pegando todo mundo.

Bora lá?

Qualquer pessoa pode correr?

Sim. Inclusive, um dos principais benefícios da corrida é ser um esporte democrático e acessível. Não precisa de academia chique nem de equipamentos caros (apesar de existirem vários acessórios caríssimos). Basta um tênis confortável e disposição para começar.

O educador esportivo Daniel explica que “a maior parte da população pode correr, o que limita grande parte é a falta de conhecimento pois as dores, na sua maioria das vezes, não impede uma pessoa de fazer um treinamento de corrida, desde que seja feita com planejamento e respeitando a individualidade de cada pessoa”.

É sempre bom lembrar que antes de iniciar qualquer prática esportiva é importante consultar um profissional da saúde para se certificar de que esteja tudo certo com você.

Fora isso, comece devagar para entender os seus limites, e aos poucos ir aumentando a intensidade. Isso pode te ajudar a evitar lesões e ter mais longevidade no esporte.

A Thaina Luciana Vidonscky Ferreti, Gerente de Marketing na Alelo, que participou da prova do BB, conta que decidiu começar a correr após uma cirurgia bariátrica: “depois que operei eu comecei a ter uma outra relação com meu corpo e com a minha vida. Me apaixonei pelo esporte e pelo fato de conseguir fazer exercícios que antes eu não conseguia, pois me cansava muito rápido.”

Quais os benefícios da corrida

Redução do estresse:

Sabe aquela história “não é terapia mas é terapêutico”? Pois é, a corrida é um ótimo desestressante, te ajudando a lidar com as situações complicadas com mais calma e tranquilidade.

O Erbson de Souza de Lima, Analista de Governança na Alelo, que também esteve presente na prova do BB, lembra “a pratica de qualquer exercício é benéfico ainda mais no mundo corporativo que acabamos ficando muito tempo em frente ao computador.”

As atividades físicas em geral aumentam a produção de endorfinas no corpo, que são hormônios conhecidos por proporcionar sensações positivas e reduzir a percepção de dor. 

E o treino nem precisa ser intenso para oferecer esse benefício: um estudo publicado na revista Medicine & Science in Sports & Exercise indicou que uma simples caminhada de 30 minutos na esteira já pode melhorar o humor de uma pessoa que esteja com um quadro de depressão.

Inclusive, a corrida pode ser uma das ferramentas para lidar com o Burnout.

Mais energia e disposição:

Outro benefício da endorfina no nosso corpo é se sentir mais disposto. O que reflete em um dia mais produtivo, inclusive no trabalho!

“Consegui super conciliar meu trabalho com os exercícios, e via inclusive como eu rendia melhor, e quando não treinava, meu corpo não era o mesmo, meu sono mudava e meu cansaço também.”

Thaina Ferreti, Gerente de Marketing na Alelo

Assim como a Thaina, muitas pessoas se sentem “energizadas” ao correr. Diversos estudos indicam que a prática regular de corrida fortalece a saúde cardiovascular. Como o coração ganha uma capacidade maior de bombear o sangue para o corpo, aumenta a oxigenação das células e torna os músculos mais eficientes.

Assim o corpo vai demandando menos “trabalho” dos pulmões, o que poupa a carga de energia necessária para todas as funções do organismo.

Com mais energia “sobrando”, o corredor se sente mais disposto durante e após o treino.

“Acredito que acaba se encaixando em tudo, você se exercitar acaba te auxiliando na sua vida como um todo, desde ter mais disposição para o trabalho quanto para fazer minhas atividades pessoais ou brincar com meus afilhados” conta o Erbson, que aderiu à prática para aprimorar o cárdio, de forma complementar à musculação.

Autoestima nas nuvens:

Superar seus limites na corrida te deixa mais confiante e com a autoestima lá em cima. Quem não gosta de se sentir um campeão, né? (Mesmo que o prêmio seja uma medalha de participação e uma banana, risos)

Saber que com dedicação e persistência você pode ir mais longe do que imaginava, é uma lição para o esporte e para a vida, especialmente para a carreira.

Trace metas claras, dedique o tempo necessário, busque apoio e claro, confie na sua capacidade. Não se compare com ninguém além de você mesmo.

O importante é acompanhar a sua própria evolução, reconhecendo os pontos que devem ser melhorados e comemorando as pequenas vitórias.

Como começar a correr

A persistência é a chave para o sucesso, afinal dar o primeiro passo nem sempre será fácil. Por isso, o ideal é começar devagar e ir encaixando a corrida na rotina aos poucos.

“Para quem quer começar, a dica de ouro é não ter pressa, respeitar seus limites, não querer correr no ritmo do amigo, escolher um horário que seja exclusivo para seu momento de treino, organizar dias certos para fazer a atividade. Tudo isso ajuda a criar um hábito e encarar com muita seriedade esse momento.”

Daniel Nunes, Educador Físico responsável técnico na DL Treinamento Esportivo

“Depois de operada, eu saía de final de semana e ia tentando, começava a correr um pouco, parava, tentava e assim fui começando. Fui encaixando a corrida sempre que tinha tempo, e nunca era uma obrigação, era algo que eu comecei a gostar e ter paixão pela corrida. Um dos meus sonhos de vida é poder fazer a corrida da Disney, local pelo qual eu sou apaixonada. Então tenho como meta poder realizar.” Conta Thaina.

Falando nisso, se inscrever em uma prova de corrida pode ser uma excelente meta pra se manter focado no treino. Escolha uma que te dê tempo suficiente para se preparar é claro.

E saiba que, ao contrário do que muitos pensam, mais do que pensar em performance, os atletas amadores amam as provas de rua pois são uma verdadeira festa. Imagina um monte de corredor junto, cada um com sua própria história de superação, dominando as ruas com muita alegria!?

Animada, Thaina compartilha:

“Quando recebi o e-mail com a oportunidade da corrida, eu não pensei duas vezes, me inscrevi e falei: Agora eu vou correr! Eu vou conseguir! No dia anterior da corrida, eu parecia criança em dia de passeio da escola. Ansiosa, provava a camiseta, colocava o número, não via a hora.”

“Respirei, coloquei uma música, vesti minha coragem e fui pra rua. Corri com coragem, com vontade e com medo mesmo. Logico, não corri o percurso todo, mas dei o meu melhor todo tempo que estava la e lembro, quando eu estava pra cruzar a linha de chegada eu olhei pro céu, agradeci e disse pra mim mesma: Garota, não duvide de você, você consegue realizar tudo aquilo que você desejar ou sonhar! Parabéns, eu consegui!!!”

Thaina Ferreti, Gerente de Marketing na Alelo

Outra coisa que pode te ajudar com a motivação para começar, é a companhia de alguém. Conhecida por ser um esporte individual, a corrida pode ser realizada em grupo.

Daniel conta que na sua assessoria de corrida, todo final de semana os alunos correm em equipes. Mas não se engane! Segundo ele, “A corrida pode ser feita em grupo, mas não é coletiva. Quando falo em grupo quero dizer fazer com amigos, parceiros de equipe, mas no final, a corrida é um esporte muito individual, que está relacionado a que tipo de intensidade ou estímulo cada um escolhe fazer. Costumamos dizer que a corrida chega em um momento em que vira terapia porque é um encontro entre o corredor e a pessoa que vive dentro dele.”

Dicas para começar:

  • Comece devagar: Não precisa sair correndo rápido logo de cara. Comece com caminhadas leves e vá aumentando a intensidade aos poucos.
  • Escolha um lugar legal para correr: Um parque ou até mesmo a rua do seu bairro podem ser ótimos lugares para praticar a corrida.
  • Use roupas e tênis confortáveis: Para evitar lesões e se sentir bem durante a corrida, use roupas e tênis confortáveis e adequados para a atividade.
  • Hidrate-se: Beba bastante água antes, durante e depois da corrida para se manter hidratado.
  • Escute seu corpo: Se sentir dor ou desconforto, pare de correr e consulte um médico.

Lembre-se: a corrida de rua deve ser um prazer, não um tormento. Então, curta o momento e aproveite todos os benefícios que ela tem a te oferecer!

A Thaina finaliza:

“Por mais clichê que seja, nunca desista dos seus sonhos, e se você está começando a correr ou pensando em como começar, dê o primeiro passo e corra um pouquinho por dia. Faça isso ser parte da sua rotina e encontre o equilíbrio. Se dedique e coloque amor, tenho certeza que como eu você vai conseguir e quando estiver com a medalha no peito, garanto que vai querer passar o dia passeando com ela assim como eu, mostrando o quanto eu mesma estava orgulhosa da minha própria conquista.”

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Pesquisar

Login/Sign up
Login/Sign up