Alelo e Veloe fizeram hoje, dia 06 de maio, uma Live sobre saúde, gestão de frota e o segmento de transportes em tempos de pandemia. No bate-papo sobre tais temáticas foram abordadas dicas de saúde, questões sobre os sintomas da COVID-19, recomendações aos caminhoneiros para prevenção de contágio e o cenário nas estradas com os inúmeros desafios como a redução de pontos de parada.

Da Live participaram como mediadora, Rizzo Miranda – Diretora de Digital & Inovação da FSB que é jornalista com MBA em Marketing (Coppead/ UFRJ) e educação continuada com imersões em Inovação no MIT (Massachussetts/ EUA) e Vale do Silício (San Francisco/ EUA).

O Dr. Alfredo Salim Helito Clínico geral do Hospital Sírio-Libanês que também participa do IEP (Instituto de Ensino e Pesquisa) do Hospital, proferindo palestras e cursos.

Pedro Trucão – Jornalista especializado em transporte rodoviário de cargas, que tem um programa na Rádio Transamérica e outro no SBT (Pé na Estrada);

E João Paulo Miranda – Superintendente de produtos e canais digitais na Alelo, nossa bandeira especializada em benefícios, gestão de despesas corporativas e incentivos.

“Você precisa “enxergar” o vírus que é invisível e está nas superfícies e na boca das outras pessoas. A única coisa que vai resolver o COVID-19 é a vacina. Enquanto ela não sair, a única forma de proteger é higiene com água e sabão ou álcool em gel, usar máscara, distanciamento social e uma alimentação saudável para fortalecimento da imunidade, se alimentando de frutas, legumes, carnes magras, refeições fracionadas, evitando bebida alcóolica.” – afirmou o Dr. Alfredo Salim Helito, em meio a tantas outras dicas preciosas.

João Paulo Miranda lembrou da importância de estar próximo da linha de frente com ajuda da comunicação. “O gestor de frota pode diminuir a distância física do isolamento social ao interagir sempre com a equipe que está na rua, enviar para eles questionários, pedindo, por exemplo, para responderem se estão bem ‘sim’ ou ‘não’ e usar uma escala de 1 a 5.” – pontuou.

Confira a Live na íntegra abaixo:

Parafraseando Trucão, que está na linha de frente junto com os caminhoneiros e profissionais das rodovias e contribuiu com outra série de dicas valiosas:

“Não dê carona para o CORONA, de maneira nenhuma”.