Bem-Estar

Recuperação muscular: como ocorre e meios de promovê-la

0

Com o verão e eventos como o Carnaval se aproximando, as academias e centros de treinamento voltam a lotar devido a alta demanda. A procura pela melhora na saúde e no físico é ainda maior nesse final de ano, não é mesmo?

Para emagrecer de forma saudável e aumentar o ganho de massa magra, é necessário não somente praticar atividades físicas, como também dar uma atenção especial a recuperação do nosso corpo.

– Tecidos musculares

Você sabia que os músculos são o maior tecido do corpo humano? Eles são essenciais para que a gente se movimente. Existem 2 tipos:

Músculos involuntários:  são controlados automaticamente pelo cérebro, como os que encolhem durante os batimentos cardíacos ou durante a respiração

Músculos voluntários: são acionados quando decidimos realizar alguma ação

– Regeneração muscular

Nossos músculos passam por um processo natural de recuperação, a regeneração muscular. Até um certo limite, eles têm a capacidade de se autorregenerar após sofrer uma lesão. Por isso é importante saber repousar, para que não ocorra de ele ser incapaz de regenerar sua função.

– Descanso

O tempo de descanso que precisamos varia de uma pessoa para outra, mas no geral, é recomendado dar um prazo de 48 horas antes de malhar a mesma parte do corpo. O exagero na intensidade da atividade pode lesionar seu musculo, levando ainda mais tempo para ele se recuperar. A situação se agrava se envolver tendões. Vá aumentando o nível aos poucos para que o corpo possa se adaptar.

Respeite seu limite e nada de pressa!

– Alimentação

O corpo precisa de energia para recuperar, certo? Por isso a alimentação é um aliado fundamental. É importante que você reabasteça as reservas logo em seguida do exercício, o famoso “pós-treino”. O recomendado é uma combinação de proteínas e carboidratos complexos, para estimular a melhora muscular e o reparo tecidual.

Alguns alimentos que ajudam nesse processo são: abacate, frutas vermelhas, beterraba, ovo, oleaginosas, linhaça entre outros.

Consulte um nutricionista para elaborar um cardápio mais completo e fazer o uso de suplementação, caso necessário.

– Sono

Sabemos que o sono regulado ajuda nosso corpo num todo, mas ele é essencial para quem pratica exercícios. É no momento que estamos dormindo que o corpo trabalha para reconstruir tecidos e células, assim como é a hora em que o hormônio do crescimento (hGH) atua, estimulando a queima de gordura, o crescimento dos músculos e a construção óssea. Um corpo descansado é um corpo pronto para novos desafios!

– Massagens

Em casos de exercícios físicos recorrentes, uma boa alternativa para acelerar o processo de recuperação muscular são as massagens: elas ativam a circulação sanguínea, previnem contra possíveis lesões que as atividades possam causar e proporcionam o relaxamento dos tecidos musculares.

Assim, as dores e fadigas também são minimizadas, além de promover reabilitação dos danos normais na musculatura que antecedem o processo de reconstrução e ganho de massa magra.

Quer saber mais sobre o tema? Recomendamos a leitura de algumas matérias do nosso blog, acesse:

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.