O sistema ‘grab and go’ é uma opção aos estabelecimentos que oferecem refeições práticas e saudáveis a quem tem pouco tempo para se alimentar.

Sabe aqueles dias em que a correria é tanta, que mal conseguimos parar para almoçar? O que salva pode ser um lanche natural disponível na prateleira da lanchonete, uma salada pronta na vitrine de um café ou, quem sabe, um salgado na padaria da esquina. O grab and go é uma tendência que já nos acompanha faz tempo, mas no pós-pandemia é uma modalidade que ganha ainda mais força.

Em uma tradução livre, grab and go significa “pegar e ir”. São comidas e bebidas prontas para serem consumidas, que ficam disponíveis para que o cliente se sirva com facilidade. Ele escolhe o que preferir e se dirige ao caixa para efetuar o pagamento. A vantagem é que o cliente compra e leva para se alimentar onde quiser. A modalidade é muito popular em países como Estados Unidos e Reino Unido. Um motivo em especial faz com que passe a ser uma tendência por aqui: a segurança pós-pandemia.

Quais as vantagens de adotar o sistema grab and go

A praticidade é o principal atributo desse modelo de negócio, que não requer a manutenção de um salão e um quadro maior de colaboradores para atender os pedidos dos clientes.
Como os produtos estão dispostos em prateleiras para serem de fácil acesso, não há a necessidade de retirar o pedido, os pratos podem ser preparados com antecedência, o que facilita o planejamento do estabelecimento no dia a dia. Outra vantagem é a identificação da lista de ingredientes de cada refeição, que podem ficar visíveis na embalagem.

No cenário pós-pandemia, a proteção à saúde é outra característica que pode alavancar o investimento nesse modelo de serviço. A segurança dos alimentos é controlada com mais afinco, já que o risco de contaminação é reduzido significativamente. O estabelecimento pode se certificar do controle de qualidade e segurança em toda a linha de produção, o que também aumenta a confiança do consumidor.
Como estão protegidos por embalagens apropriadas, as refeições não ficam expostas e podem ser oferecidas com muito mais segurança. O manuseio tende a ser menor, com maior controle e, assim, o cliente se sente muito mais confortável para se alimentar neste novo normal.

Custos reduzidos para o estabelecimento

O sistema de grab and go é uma alternativa interessante para os empreendedores do setor de Alimentos e Bebidas. O sistema permite que as instalações sejam reduzidas, com um espaço maior dedicado para a cozinha. A área de atendimento precisa apenas de prateleiras refrigeradas, que podem abrigar as diversas opções do menu, além do caixa. Não é necessário um grande número de colaboradores, já que o atendimento funciona através do autosserviço.

A reposição das prateleiras deve ser constante, para manter os alimentos sempre frescos e atrativos. O sistema grab and go possibilita o controle de estoque, além de um pré-preparo antecipado, o que traz agilidade à produção.

Parcerias com empresas é uma oportunidade de crescimento

O estabelecimento pode vender diretamente ao consumidor, mas também é possível apostar em parcerias com empresas que se interessam por esse tipo de serviço. Escritórios, prédios corporativos, lojas e outros locais podem ser um foco interessante para o crescimento do empreendimento alimentício, inclusive apostando no formato vending machine.

Já para os clientes, o grab and go traz possibilidades para se alimentar com opções que aliam saúde e agilidade. Os cardápios podem ser focados em diferentes tipos de paladares e dietas, o que faz com que o mercado seja amplo e atraente.

Arquitetura para atender o consumidor

Os estabelecimentos que optam por esse tipo de serviço devem estruturar o espaço para que o cliente siga um caminho por todas as opções disponíveis até chegar no caixa. É recomendado que se facilite a caminhada em uma única direção, favorecendo a experiência do consumidor e a rapidez do atendimento.

As primeiras opções a serem apresentadas podem compor o menu ideal para o café da manhã, com pães, sanduíches prontos, salada de frutas e outros insumos próprios para essa refeição.

Em seguida, é possível dispor as opções do menu para o almoço. Podem ser oferecidos pratos únicos, como massas e saladas, ou até mesmo os ‘pratos feitos’, adaptados para esse tipo ágil de negócio.
A embalagem é que o que diferencia a apresentação dos produtos disponíveis no sistema grab and go, já que precisam ser seguras para manter a qualidade do alimento por mais tempo e ainda oferecer a possibilidade de servir como recipiente para o consumo, dispensando o uso de pratos.

Nas prateleiras próximas ao caixa devem ficar disponíveis as opções e sobremesas e bebidas, para que o cliente escolha também esses complementos para a hora da sua refeição. Vale lembrar que para o consumidor devem haver disponíveis talheres e guardanapos descartáveis e outros itens como sachês de sal, açúcar e temperos.

As sobremesas, claro, são parte essencial do estabelecimento e devem ser mais abundantes do que aquele chocolatinho no caixa. Existe uma variedade grande de produtos que podem ser oferecidos. Frutas in natura são excelentes opções, pois dispensam preparo. Mas, opte também por porções individuais de alimentos doces variando dos queridinhos da dieta saudável àqueles que lembram a casa da vovó, como os pudins e manjares.

Um diferencial é sempre apostar em embalagens e apresentação dos produtos de forma sustentável, diminuindo a produção de lixo, usando embalagens biodegradáveis ou mesmo criando programas de fidelidade atrelados às embalagens retornáveis.