Empreendedorismo

O que é o metaverso e como ele pode ajudar o seu negócio

0

Carros voadores? Teletransporte? Viagem no tempo? Nada disso! O ano de 2022 é o ano em que o metaverso vai fazer ainda mais parte da nossa vida.

No final do ano passado, o Facebook anunciou a mudança do seu nome para Meta, e também comunicou um investimento de cerca de R$277 milhões nos próximos anos para a construção do metaverso.

Segundo a empresa de pesquisa e consultoria Gartner, até 2026, 25% das pessoas passarão pelo menos uma hora por dia no metaverso.

Mas afinal, o que é o metaverso e como ele deve impactar os negócios?

O que é metaverso?

Metaverso é um universo virtual super realista onde é possível se relacionar com outras pessoas, fazer compras, estudar e passear pelo mundo todo, sem sair de casa. Parecido com o famoso jogo The Sims.

São experiências imersivas e acessíveis de qualquer tipo de dispositivo, de tablets a monitores montados na cabeça.

Lá você pode criar o seu avatar, uma versão sua no metaverso, e viver experiências “morando na internet”.

A premissa não é exatamente uma novidade, já que jogos como Second Life já existiam nos anos 2000, mas agora tudo é diferente e mais moderno, claro.

Com tecnologias mais atuais como a realidade aumentada, redes sociais e criptomoedas, a ideia de um mundo virtual onde você pode interagir com o espaço e pessoas sem sair de casa, fica cada vez mais possível.

A pandemia teve grande influência nesse movimento. Afinal, ela criou a necessidade de conviver através das telas, a popularização das lives e espaços de reuniões online cada vez mais modernos.

Contudo, apesar de muito se especular sobre o metaverso, ele ainda não é realidade. Ainda é necessário:

  • o avanço da tecnologia;
  • acesso à internet de qualidade;
  • melhorias nas leis de proteção aos dados;
  • e, principalmente, plataformas intercambiáveis e compatíveis.

Só assim será possível que seu avatar assista a um filme no cinema, jante num restaurante japonês e compre um quadro de um artista famoso. Tudo no mesmo ambiente.

Como utilizar o metaverso para gerar negócios no mundo real

Enquanto a corrida pelo seu desenvolvimento acontece, já temos algumas amostras de como esse universo funcionará.

Alguns restaurantes por exemplo, já abriram restaurantes virtuais.

No Halloween do ano passado, uma franquia de comida mexicana levou seus clientes ao estabelecimento virtual, onde viviam uma experiência assustadora de Dia das Bruxas e em seguida, recebiam um código promocional valendo um burrito. E por fim, o cliente se dirigia até o restaurante físico para retirar o prêmio.

Usar o meio digital para aumentar o engajamento e alavancar as vendas já é totalmente possível.

Algumas ideias de estratégias digitais para gerar negócios no mundo real:

  • cardápios virtuais interativos com fotos das refeições;
  • permitir reservas e a visualização do lugar onde o cliente sentará;
  • dar acesso direto ao chef ou ao sommelier para antecipar pedidos;
  • pagamento com carteira digital (no app Meu Alelo o pagamento por Qr Code já está em fase beta);

E as possibilidades não param no mundo da gastronomia. Provadores de óculos virtuais, shows, jogos cada vez mais imersivos, visitas a museus e muito mais.

A ideia é marcar presença dentro desse mundo fictício, não só como estratégia de divulgação, mas também para ampliar a experiência do consumidor, aumentando os pontos de contato com seus produtos e serviços.

Gostou? Então, conta pra gente: você enxerga seu estabelecimento aderindo ao metaverso?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.