Educação Financeira

Qual a importância de guardar dinheiro?

Qual a importância de guardar dinheiro?
0

Como já diziam os mais velhos: dinheiro não cai do céu. Mas quando ele cai na conta geralmente é resultado de muito trabalho e decisões acertadas. Por isso, guardar dinheiro é uma prática fundamental para a nossa vida.

Poupar ao menos uma parte do salário e da renda mensal proporciona estabilidade e abre portas para diversas oportunidades, além de nos preparar para os altos e baixos da “montanha-russa” financeira com mais tranquilidade.

Vem com a gente entender como guardar dinheiro pode ser o passo que faltava para você e sua família navegar por águas mais calmas e realizar sonhos que antes pareciam improváveis.

Bora lá?

Para que guardar dinheiro?

Guardar dinheiro está longe de ser algo fácil. Aliás, lidar com dinheiro, se não for feito de uma maneira saudável, pode trazer uma série de problemas, inclusive com questões de saúde mental e física, que desaguam em doenças que vão desde transtornos somatoformes à depressão e síndrome de burnout

Isso acontece quando falta dinheiro para pagar as contas, ter um ou outro momento de lazer, comprar alguma coisa que precisamos, etc. 

As pessoas até têm consciência de que esse é um hábito necessário e saudável, mas por muitos não contarem com uma educação financeira sólida, guardar dinheiro acaba ficando “para a próxima” e se distancia do  radar de necessidades. 

A pesquisa “Pulso 2023” do Instituto Ipsos, revela que 61% dos brasileiros não conseguem guardar dinheiro para investimento ou poupança. 

Por outro lado, a mesma pesquisa mostra que 34% dos entrevistados conseguem fazer uma reserva. O que mostra que começar a guardar dinheiro é possível! 

Por ser um movimento importante para quem entende a necessidade de passar por um planejamento financeiro, poupar dinheiro traz diversos benefícios: 

Segurança financeira

É fundamental se sentir seguro financeiramente para momentos difíceis e imprevistos, como: 

  • Mudanças na vida pessoal; 
  • Carro quebrado;
  • Reparos em casa; 
  • Problemas médicos; 
  • Meses indesejados de desemprego.

Liberdade para novos passos

Poupar dinheiro oferece a liberdade de tomar decisões importantes, como mudar de emprego e iniciar um novo negócio, sem se preocupar excessivamente com o impacto financeiro dessa escolha. 

Planejamento para grandes compras 

Comprar um carro novo, construir uma casa ou ter aquele sítio dos seus sonhos são conquistas realizadas com muito planejamento e poupança de dinheiro.

E a partir do momento em que você usa suas reservas, não é preciso depender de financiamentos e empréstimos, o que pode encarecer a compra por causa de juros e taxas excessivas. 

Aposentadoria confortável

Depender apenas do dinheiro da previdência social ou de um plano de aposentadoria privada pode não ser o suficiente para manter um bom nível de estilo de vida após encerrar os anos de atividade laboral.

Guardar dinheiro é uma prática fundamental para a nossa vida e para a nossa aposentadoria

Por isso, guardar dinheiro durante décadas pode ser uma opção viável para não passar perrengues quando a idade chegar e secar a fonte da renda mensal.

Investir em educação

O investimento do dinheiro guardado pode ser usado para educação e estudos, como fazer uma faculdade ou um curso de aperfeiçoamento, seja para você ou alguém da sua família (cônjuge, filhos, afilhados, netos, etc).

Viagem a lazer

Poupar um pouquinho de dinheiro a cada mês, em um médio espaço de tempo, poderá render uma viagem que leva você àquele destino dos sonhos, seja uma capital da Europa, uma encantadora ilha no Oceano Pacífico ou mesmo uma praia paradisíaca no nosso Nordeste. 

A verdade é que sair alguns dias da rotina, de férias, em um lugar onde tudo é novo, é um investimento em si próprio, e se for preciso guardar um tanto da sua renda mensal para isso, com certeza vale muito a pena. 

Proteção contra dívidas

Economizar diminui a necessidade de recorrer a empréstimos e financiamentos de juros elevados, especialmente para um possível momento em que a grana é menor e surge algum grande gasto inevitável.

Como fazer para guardar dinheiro?

Antes de mais nada, é preciso ter disciplina e estratégias adequadas ao criar hábitos financeiros saudáveis. 

Busque conhecimento sobre finanças pessoais, investimentos e economia para tomar decisões mais informadas.

Mas lembre-se de que nada vem sem algumas privações, e que é preciso deixar certas coisas de lado para ganhar mais na frente e evitar sofrimentos futuros.  

Aqui estão algumas estratégias que precisam estar na sua rotina:

Elabore um orçamento

Faça em um documento o registro das fontes de renda e das despesas de sua família. 

Nessa mesma planilha, divida suas despesas em categorias (alimentação, transporte, lazer, etc.) e corte o que achar supérfluo, podendo entrar aí contas de streaming, TV a cabo, pedidos de comida em delivery, entre outros.

É preciso usar a disciplina, estabelecendo limites de gastos para cada categoria e segui-los rigorosamente, sem fazer novas dívidas.

Automatize as economias

Use as tecnologias bancárias a seu favor. Um modo de resolver isso é configurar transferências automáticas mensais de uma conta-corrente para uma conta-poupança.

Há, ainda, aplicativos e serviços bancários que arredondam suas compras e transferem a diferença para uma poupança.

Reduza as despesas

Além dos cortes que podem ser considerados gastos supérfluos, há outros macetes que ajudam a reduzir as despesas no dia a dia.

Um lugar onde é possível gastar menos é na ida ao supermercado. Algumas maneiras para fazer isso são:

  • Siga a lista de compras;
  • Evite compras impulsivas;
  • Aproveite descontos e ofertas;
  • Utilize cupons de clubes de fidelidade;
  • Compre produtos a granel;
  • Pesquise preços;
  • Escolha marcas genéricas;
  • Prefira frutas e vegetais da estação;
  • Armazene corretamente os alimentos e evite desperdícios.

Estabeleça metas

Colocar metas de prazo para atingir algo que se pretende comprar ou fazer, é uma ótima maneira para incentivar a guardar dinheiro.

Pense assim: em um ano vou guardar X de dinheiro por mês e, no próximo ano, vou viajar para o exterior. Ao ver uma luz no fim do túnel, o ato de poupar fica menos desgastante. 

Mantenha hábitos econômicos

É complicado querer economizar e ao mesmo tempo sair para jantar todo final de semana nos restaurantes mais caros da cidade.

Opte por atividades de lazer gratuitas ou de baixo custo, cozinhe em casa em vez de comer fora e utilize transporte público quando possível.

Já sobre comprar coisas novas, repense e reutilize. Aproveite ao máximo o que você  tem, conserte itens em vez de substituí-los e só compre novo o que for necessário de verdade.

Busque investimentos seguros

Por que não, ao invés de deixar o dinheiro guardado, colocá-lo para render? Para isso, considere opções de investimento como poupança, CDBs, Tesouro Direto ou fundos de investimento, de acordo com seu perfil.

Com a Alelo e a Digio, você pode adiantar sete parcelas do seu saque-aniversário do FGTS.

Que tal antecipar o saque-aniversário do FGTS?

Guardar dinheiro é necessário para que o futuro seja menos apertado em relação à grana. Mas e que tal aproveitar o benefício do saque-aniversário do FGTS para colocar no bolso um dinheiro a mais?

Com a Alelo e a Digio, você pode adiantar  sete parcelas do seu saque-aniversário do FGTS.

Para isso, basta fazer a solicitação no app Meu Alelo e o dinheiro cai na sua conta em até dois dias.

Fale com a Digio pelo WhatsApp ou saiba mais no site da Alelo. 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Pesquisar

Login/Sign up
Login/Sign up